Post Pic

Vendetta

Vendetta foi lançado pela Konami em 1991 para os fliperamas, sendo um jogo no estilo briga de rua, ou mais comumente chamado, Beat’em Up. Apesar de muitos o considerarem um dos melhores jogos neste estilo, ele foi um dos jogos mais negligenciados e injustiçados de sua época, visto a sua grande qualidade. É um jogo parecido com Final Fight, porém ele é muito mais interativo, podendo utilizar quase tudo o que encontrar pela frente. Digamos que seja uma mistura de Final Fight com Double Dragon, uma mistura perfeita.

Confira a seguir, um super DETONADO, misturado com REVIEW. Iremos analisar como derrotar todos os chefes, sem contar a análise do jogo, como gráficos, som, história, etc.

ATENÇÃO: CONTÉM SPOILER… Se você não zerou este incrível game, não veja o review até o final, pois mostra uma foto do final do jogo.

Personagens disponíveis

No jogo, você deverá comandar um dos 4 personagens:

Blood: um ex-pugilista, muito parecido com Mike Tyson.

Hawk: um ex-lutador profissional.

Boomer: um lutador de artes marciais, muito semelhante à Jean Claude Van Damme.

Sledge: um condenado ex-militar.

Pode-se jogar individualmente, ou simultaneamente entre 4 jogadores.

História 6/10: Como quase todos os jogos deste estilo, uma gangue quer expandir seu território, só que encontram pelo caminho os Cobras, os mocinhos da história, que combatem o crime organizado. Determinados de qualquer jeito em assumir o controle da cidade, eles raptam uma menina que é protegida e aliada deles, a bela Kate, para atraí-los para sua própria destruição. Então cabe a você, no comando de um dos quatro Cobras, através de muitos socos e chutes, salvá-la.

O jogo começa com você em uma ponte, sempre que possível derrube os personagens para baixo dela. Tome cuidado também para não ser atropelado pelo motoqueiro. Sempre que puder, use as armas espalhadas pelo cenário, principalmente as quebráveis, como os caixotes, por exemplo, pois contém itens dentro delas, inclusive alimentos que aumentam a sua barra de energia.

Usando a corrente…

Em qual jogo de briga de rua pode-se jogar um saco de farinha? Este revolucionou…

Dando uma “porretada” e jogando seu inimigo na parede

Primeiro chefe: Buzzsaw Bravado

O primeiro chefe é o mais fácil do jogo. Uma boa estratégia para derrotar os inimigos que o rodeiam ou que saltam das motos para dentro do caminhão, é usar um dos dois golpes especiais disponíveis, o primeiro que é apertando os dois botões juntos apenas, ou o segundo, que é apertar os dois botões juntos com o direcional para frente, onde na maioria das vezes irá derrubar os inimigos para fora do caminhão. Este é um golpe certeiro também para o chefe, derrubando-o, então aproveite sempre que ele estiver no chão para golpeá-lo.

Poderá golpear ele três vezes quando ele cair, com exceção do Hawk, que só irá golpear uma vez no chão. Mas tome cuidado, pois quando ele se levanta ele irá te acertar se você estiver dando porrada nele, sempre bata nele caído no chão a quantidade possível de vezes, e então se afaste para não ser atingido. Depois de bater nele caído no chão, se afaste, derrube ele novamente e desça porrada nele, fazendo isso algumas vezes irá derrotá-lo com facilidade.

Cuidado com os coquetéis molotov e dinamites…

Cuidado com a bolhadeira e com as estrelas que ele lança, fique longe dele, senão…

ele irá te prender….

Joe Ohsugi: Nesta segunda fase, há um chefe intermediário. A dica é tomar cuidado com seus ataques à distância, então a dica é ficar sempre perto dele, golpeando sem dó. Além da bolhadeira que ele lança, ele atira também estrelas, caso ele tenha espaço para brigar.

Após derrotar o sub-chefe, você irá descer de elevador e continuar em um nivel mais abaixo

Diversão 10/10: Nota máxima é pouco, o jogo é divertido demais. Não entendo como ele não foi lançado para outros sistemas, como dito no começo do review, é um dos jogos mais negligenciados injustamente de todos os tempos.

Segundo chefe

Missing Link: Este é um chefe difícil, e não há uma fórmula mágica para derrotá-lo, porém se você estiver jogando com o Blood, uma dica infalível é dar vários chutes, e quando ele cair, dar alguns golpes no chão, afastando-se e repetindo novamente. Quando ele pular em você, a única coisa a fazer é tentar fugir, ou se você for rápido, pode dar um golpe especial, segurando os dois botões, irá derrubá-lo com isso. O engraçado é que esta dica dos chutes não funciona com todos os personagens, porém com o Blood é muito eficaz.

Terceira fase, uma das mais belas do jogo

Versões: A vesão japonesa/asiática continha personagens homo sexuais, vestidos com roupas de couro. Eles agarravam o personagem principal e faziam movimentos eróticos, lambendo também. Já a versão mundial, que foi lançada fora do mercado asiático, foi censurada.

Cuidado com o carinha de preto, ele solta coquetéis molotov

Violência: Se estiver se perguntando se é necessário toda essa violência neste estilo de jogo, a resposta é um sonoro sim… Para os admiradores de Final Fight e Double Dragon, verão a diferença logo de cara. Se o personagem estiver no chão, gemendo de dor, não de mole para ele, meta porrada, suba em cima dele e encha de socos. Você pode agarrar seus adversários e dar joelhadas na cara, só para começar…

Chicote, uma das melhores armas do jogo

Gráficos: A qualidade dos gráficos é muito grande, parecendo com um desenho animado. Mas não se engane com os gráficos cartunescos, pois eles conseguem retratar muito bem a grande violência do game.

Terceiro chefe

Rude Bros: Aqui eles atacam em conjunto e individualmente, cuidado com o baixinho, que se move muito rapidamente e tem ataques perigosos. A dica é derrotar primeiro ele, para depois ir para cima do grandalhão. Outra dica é ir atrás da mesa de bingo na parte inferior da tela, estão escondidos dois caixotes com alimentos.

Cuidado com a porretada…

As animações são engraçadas, como, por exemplo, se você for chutado na virilha irá fazer uma animação de dor, ou quando os cães mordem sua perna. Destaque para os chefes, que são grandes e muito bem desenhados.

Com a espingarda, fica mais fácil matar os cachorros

Porém, o grande diferencial é para o cenário, que é bem colorido e muito bem feito, com uma imensa riqueza de detalhes, com certeza um dos melhores gráficos feitos para Arcade neste estilo de jogo (na minha opinião tem o melhor gráfico). Inimigos rodando uma corrente, por exemplo, é uma animação melhor que qualquer outra vista em Final Fight, outra obra prima em jogos de briga de rua.

Quarto chefe: aproveite para bater quando o chefe cravar a âncora no barco

Kruel Kurt: Este chefe pode ser facilmente derrotado se você prestar atenção em alguns detalhes. Em primeiro lugar, tome cuidado com os mergulhadores que saltam para dentro do barco, e com as lanças que eles atiram. Procure ficar na parte de baixo do barco, pois acertando estes inimigos nesta posição, eles irão cair direto na água. Depois de eliminar a primeira leva de inimigos, Kruel irá chamar um assistente que solta garrafas molotov. Fique do lado do chefe, e quando ele atirar a garrafa, saia rapidamente, irá queimar então apenas o chefão.

Porém o caminho das pedras para derrotá-lo está na âncora. Quando ele começar a girar sem parar, fuga dele, pois você não conseguirá atingí-lo, apenas irá perder energia se ele te pegar. Você deve aproveitar toda vez que ele cravar a âncora no barco, pois ele ficará vulnerável, encha ele de porrada nesse momento.

No começo da quinta fase, mate os punks de rosa e pegue as espingardas que eles deixam no chão

Som e músicas: 8,5/10: A música é muito cativante e viciante, é uma mistura de rock com punk, apesar de não se comparar às músicas de jogos como Streets of Rage, por exemplo. Já os sons são muito bem feitos, como o barulho das correntes, socos, gemidos, explosões e tudo mais, e conseguem acompanhar muito bem a ação frenética do jogo. Digamos que este jogo é uma combinação perfeita de excelentes gráficos com belos sons e músicas.

Subindo de elevador: cuidado com os vasos que caem do prédio

Controles: 10/10: Apesar de este jogo ter apenas dois botões, e não poder saltar como na maioria dos jogos deste estilo, aqui eles recebem nota máxima, visto a grande variedade de ataques. Um botão é para soco e outro para chute, e os dois juntos são para o ataque especial. Só que existem muitas variâncias, como acertar os inimigos no chão, dar cotoveladas quando você é agarrado por trás, quando você estiver caído no chão pode expulsar os inimigos com as pernas, pode-se levantar os inimigos e atirar eles para frente, pode-se subir nos inimigos caídos no chão e encher de porrada, entre tantas outras variações.

Novamente, mate os punks de rosa para pegar a espingarda

Replay: Para todos os admiradores deste estilo de jogo, ele é um daqueles jogos que nunca enjoam. Com grande variedade de inimigos, muitas armas diferentes espalhadas pelo cenário, fica difícil ficar entediante, ainda mais se for jogado em dupla, onde a diversão é maior ainda.

Um tiro de espingarda e dois motoqueiros estarão no chão…

Pode-se usar uma grande quantidade de armas, como dinamites, tijolos, facas, correntes, porretes com pregos nas pontas, vasos de flores, tambores de óleo, sacos de farinha, chicotes, pneus, caixotes, dinamites, espingardas, baldes, coquetéis explosivos, entre outros. Certas partes do cenário também são interativas, como por exemplo, derrubar um andaime sobre a cabeça de seus inimigos.

Quinto chefe

Apesar de ser o último chefe, ele não é tão durão assim. No cenário, você poderá usar dois barris em chamas para jogar em cima dele, além de dois caixotes, que contém um frango em cada um. A dica é usar o golpe especial com o direcional para frente, irá derrubá-lo, então se afaste, repetindo novamente. Alguns ajudantes também virão, derrote-os primeiro para depois se concentrar melhor no chefão. Cuidado com o bafão verde que ele solta. Depois que a barra de energia dele estiver acabando, ele irá para o canto da tela, para atirar com uma metralhadora. Seja rápido, vá lá e acerte ele o quanto antes, caso contrário seus tiros irão acabar com sua barra de energia.

Tome cuidado com a metralhadora

Prós: Gráficos, jogabilidade, som, diversão;

Contras: História do jogo, alta dificuldade.

Final???

Ainda não….mais um estágio extra o aguarda.

Mas para sua surpresa, os inimigos que já foram derrotados, foram  misteriosamente recuperados. Eles estão esperando para emboscar as cobras na periferia da cidade, este é o confronto final.

Você deverá enfrentar todos os chefes novamente, porém agora eles vêm em dose dupla, o que aumenta a dificuldade. Confira, nas três imagens seguintes, os seis chefes que você deve derrotar. Muita habilidade é necessária, lembre-se de quebrar todos os caixotes, para pegar os alimentos que aumentam a barra de energia.

Buzzssaw Bravado + Missing Link

Joe Ohsugi + Rude Bros.

Kruel Kurt + Faust

Agora sim, missão cumprida!!!

Final feliz…

Conclusão:

Só vou dar um conselho para quem nunca o jogou e gosta desse estilo de jogo: vá correndo jogar! Já o terminei inúmeras vezes, e de tempos em tempos volto para dar mais uma jogadinha, pois ele é um dos melhores jogos de briga de rua de todos os tempos. Muitos dizem que é um dos 10 melhores jogos já lançados de Beat’em Up.

Com uma riqueza de detalhes do cenário poucas vezes vista em jogos de brigas de rua, uma diversão altíssima, muita violência, tudo misturado com um tom de comédia, som e músicas acompanhando a ação, pecando apenas na história (e qual jogo deste estilo não peca?), Vendetta é com certeza, um dos melhores Beat’em Up já feitos.

Artigos relacionados


Fatal error: Call to undefined function yarpp_sql() in /home/dinheiroopo/arcadetotal/public_html/wp-content/themes/convergence/single.php on line 55